Comportamento | NOTÍCIA

Horários fixos de mamada e ingestão de pouco leite

Livre demanda garante a produção de leite

Publicado em 20/03/2018

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Horários fixos de mamada e ingestão de pouco leite

A primeira regra para a amamentação é a Livre Demanda. A oferta frequente e correta do seio materno garante a manutenção da produção de leite.

 

Prolactina e Ocitocina são dois hormônios responsáveis pela produção e ejecção do leite materno e são liberados automaticamente pela hipófise logo no pós-parto. Porém, no terceiro dia após o parto, essa liberação só ocorre por causa do estímulo de sucção do bebê no seio da mãe.

 

A manutenção da liberação desses dois hormônios é importante para a produção de leite. Assim, mamar frequentemente e adequadamente mantém os níveis hormonais para um aleitamento materno preciso.

 

Alguns fatores são causas da diminuição e frequência de mamadas:

 

- bebê dorminhoco;

- separação da mãe-bebê;

 - interrupção precoce das mamadas noturnas;

 - mamadas em horários fixos e tempo estabelecido;

 - oferta de chás, águas e sucos;

 - uso de bicos artificiais.

 

Esses fatores são contrários a uma amamentação bem sucedida porque podem ocasionar uma diminuição da produção do leite materno e a um desmame precoce.

 

Os bebês recém-nascidos devem ser amamentados com maior frequência para que melhorem a cada mamada seu padrão de sucção e deglutição e também para adequação da produção de leite. Por serem mais sonolentos, os bebês  devem ser despertados para mamar.

 

O horário das mamadas não podem ser fixado e o bebê deve mamar sempre que apresentar sinais de fome, alguns mais comuns são movimentos em busca do seio e sucção das mãozinhas.

 

A partir do momento em que o bebê vai melhorando o seu padrão de mamada ele tende a mamar com maior intensidade e qualidade e as horas para a amamentação vão ficando mais previsíveis.

 

Entender o processo de amamentação como um todo garante melhor percepção e condução efetiva de um aleitamento de qualidade.

 

Informe-se e amamente!

 
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus