Mães & Filhos | NOTÍCIA

Vacina contra o vírus H1N1

Entrevista com o Dr. Thiago Caldi esclarece dúvidas

Publicado em 17/04/2018

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Vacina contra o vírus H1N1
Com a chegada do outono, as gripes lotam os pronto-socorros e começam as discussões a respeito da vacina contra o vírus H1N1 e quem deve vacinar-se e onde.
 
 
Conversamos com o Dr. Thiago Caldi, pediatra que participará da nossa 9ª turma do Curso para Gestantes, no dia 28 de abril, para esclarecer alguns dúvidas. Confira conosco:
 
 
SMPV: Dr. Thiago, é importante tomar a vacina da gripe todos os anos? Por que?
 
 
Dr. Thiago: A proteção dada pela vacina contra o vírus da influenza vai diminuindo com o passar do tempo.A proteção dura em média de 6 meses a 1 ano. Novas mutações vão surgindo e a cada ano precisam ser feitos ajustes nas vacinas. Logo, a vacina dada em um ano pode não ser efetiva em outro ano. 
 
 
A vacinação contra gripe é uma importante ferramenta preventiva para pessoas com condições crônicas de saúde (diabéticos, asmáticos, cardiopatas, portadores de doenças pulmonares crônicas, por exemplo) e reduz o risco de hospitalização e morte associada à gripe.
 
 
SMPV: Bebês até 6 meses não devem tomar a vacina contra o vírus H1N1, como eles terão proteção se não tão indefesos?
 
 
Dr. Thiago: Toda gestante deve ser vacinada. A vacinação ajuda a proteger as mulheres durante e após a gravidez. As mães passam anticorpos para o bebê em desenvolvimento durante a gravidez e ao amamentar. Isto ajuda sobremaneira a proteger os bebês (lactentes) contra a gripe, já que até os 6 meses de idade eles não podem receber a vacina.
 
 
Ser vacinado também protege as pessoas ao seu redor, incluindo aquelas que são mais vulneráveis ​​a doenças sérias da gripe, como bebês e crianças pequenas, idosos e pessoas com certas condições crônicas de saúde.
 
 
SMPV: Além do vírus H1N1, tem se falado muito sobre o H3N2. A vacina da gripe protege contra os dois tipos de vírus?
 
 
Dr. Thiago: As vacinas da gripe (Influenza), tanto da rede pública quanto da rede particular, apresentam em sua formulação o H3N2, que foi o maior vilão da gripe no inverno do Hemisfério Norte, que acabou de terminar. 
 
 
SMPV: Qual a diferença entre a vacina da rede pública e da rede privada?
 
 
Dr. Thiago: A diferença das vacinas (particular e pública) reside no fato de que a disponibilizada em rede particular apresenta uma cepa a mais da Influeza B (Brisbane). 
 
 
SMPV: Quem deve tomar a vacina?
 
 
Todos acima de 6 meses de idade devem tomar a vacina. O governo disponibiliza a vacina em rede pública para as pessoas que se enquadram nos seguintes critérios: crianças dos 6 meses até 5 anos de idade, idosos, gestantes, mulheres que deram à luz há até 45 dias, portadores de doenças crônicas (cardiopatas, diabéticos, pneumopatas crônicos, obesos), profissionais de saúde, presidiários, funcionários do sistema prisional e indígenas).
 
 
Encontre o Dr. Thiago:
 
IG: @papai_pediatra
 
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus